Visita Guiada

A Fazenda São João da Prosperidade foi fundada no século XIX, entre 1820 e 1830, no início do cultivo do café no Vale do Paraíba. Teve como seu primeiro proprietário, Antonio Gonçalves de Morais, conhecido como “Capitão Mata Gente”. Fundador do povoado de São Benedito, que deu origem a Barra do Piraí. Hoje a Fazenda da Prosperidade é um recanto turístico que nos conduz ao tempo dos Barões do Café, com toda singularidade que essa época nos legou.

Visitas programadas com lanche caseiro e artesanato regional. Faça já sua reserva pelos telefones:

(24)
2442-3194
(24)
9 9967-0339
(24)
9 9225-1331

Cardápio

Pode ser feita visita ao alambique onde se fará degustação da cachaça, acompanhada de batida de maracujá. Também será servido biscoitinho salgado, amendoim torrado e a provinha da linguiça fabricada na fazenda.

Lanche

  • Chá
  • Café
  • Chocolate
  • Suco
  • Torrada
  • Requeijão Caseiro
  • Pães
  • Bolo de Fubá
  • Bolo de Chocolate
  • Bolo de Laranja

OBS: Cardápio sujeito à alterações.

Tarifário

Sobre o valor da visita:

(Valores válidos a partir de Abril de 2016)

  • Visita sem lanche (com cafezinho e broa): R$ 40,00 por PAX’S
  • Visita com lanche: R$ 55,00 por PAX’S – Mínimo 10 PAX’S
  • Colégios: cortesias à combinar
  • Crianças acima de 10 anos pagam
  • Crianças menores pagam 50%
  • O grupo será recebido na varanda onde se fará uma palestra falando de detalhes da construção da fazenda e da época que foi construído o casarão (recepção com caracterização de trajes de época);
  • Visitaremos todo o interior da casa;
  • Visitaremos a parte externa da casa (terreiro de secagem do café, área do alambique, ferraria, tulha e ruínas da senzala);
  • A visita será terminada no interior de uma cozinha, onde será servido um lanche caseiro (bem caprichado);
  • A visita tem a duração de aproximadamente 1 hora e meia a 2 horas;
  • Não aceitamos cheque;
  • A visita deve ser agendada e confirmada;
  • Um histórico será distribuídos aos visitantes no local da visita;
  • Temos a venda produtos da fazenda: lingüiça, queijo, cachaça, artesanato regional e doces caseiros.